Está planejando fazer a sua viagem, mas ainda não sabe quais os documentos necessários para viajar de avião? Essa é uma dúvida muito comum, que precisa ser sanada para evitar imprevistos ou, até mesmo, o cancelamento da viagem. Em viagens internacionais, o rigor da apresentação de documentos é ainda maior.

Antes mesmo de embarcar, é necessário verificar se toda a documentação pessoal necessária para a sua viagem está de acordo com o que foi solicitado. Além disso, caso esteja viajando com um menor de idade, os cuidados precisam ser redobrados, seja em linhas nacionais ou internacionais.

Quais documentos são necessários para viajar de avião?

Existe uma lista extensa de documentos necessários para viajar de avião, seja para o momento de fazer o seu check-in ou para atravessar o portão do embarque do voo. Em cada pequena etapa da viagem, a presença dos documentos será cobrada e, em alguns casos, até pode impedir o passageiro de seguir o seu trajeto.

Em casos de viagens nacionais, é necessário que o passageiro tenha em mãos as versões originais, a cópia autenticada ou uma versão eletrônica de documentos de identificação civil, com fé pública e que tenha validade em qualquer parte do território brasileiro. Além disso, ainda poderão ser aceitos:

  • Carteira Nacional de Habilitação;
  • Documento Nacional de Identidade;
  • Título de Eleitor, desde que o mesmo possua uma foto de identificação.

Os outros documentos necessários para viajar de avião, como a carteira de estudante, não irão valer para o momento de embarque. Em alguns casos, as companhias aéreas acabam recomendando que, para que os problemas sejam evitados, o documento apresentado tenha sido emitido em, no máximo, 10 anos antes da data da viagem.

Documentação de nome social e identidade de gênero

Os documentos oficiais apresentados por pessoas transsexuais, contendo nome social, bem como sua respectiva identidade de gênero são, sim, aceitos. É um direito de pessoas sob essas condições, podendo ser livremente utilizados para o embarque em território nacional. Dentre os documentos necessários, é preciso uma versão impressa ou eletrônica do Título de Eleitor e os que são emitidos pelo conselho de classe.

É válido mencionar, também, que o nome que consta no documento deve ser o mesmo que irá aparecer na passagem emitida. Caso o bilhete esteja em seu nome social, mas na identificação houver o nome civil, o embarque não será realizado.

Documentos para voos internacionais

Em caso de viagens internacionais, não será suficiente apresentar apenas o seu documento de identidade. Além de tê-lo em mãos, será preciso conferir todas as regras estipuladas pelo país em questão, descobrindo quais são os documentos necessários para embarcar e ficar no território pelo tempo pretendido.

Isso fará com que os documentos necessários para viajar de avião possam mudar de região para região. Dessa maneira, é preciso verificar a validade do seu passaporte, bem como do visto de entrada no país e o seu certificado de vacinação. Antes mesmo de comprar a passagem, cheque todas as informações.

Na maior parte dos casos, será preciso levar o seu passaporte. Mesmo assim, alguns países aceitam a carteira de identidade (RG). São eles:

  • Argentina;
  • Chile;
  • Bolívia;
  • Colômbia;
  • Equador;
  • Peru;
  • Paraguai;
  • Uruguai;
  • Venezuela.

Também é importante lembrar que alguns países exigem o passaporte com validade de, no mínimo, três meses além da data da sua viagem. No entanto, a exigência pode se estender para seis meses, como podemos ver no Reino Unido. Também é válido ressaltar que um passaporte corrompido ou sem validade será rejeitado e resultará no cancelamento da viagem.

Por isso, sempre tenha em mãos a lista de documentos necessários para viajar de avião.

Regras para a retirada do visto

Além de ter o passaporte em mãos, alguns países também exigem o visto. No entanto, cada país possui suas próprias regras, sendo necessário consultá-las antes mesmo de comprar a passagem. Ainda assim, aqueles que não solicitam o visto para turismo podem acabar exigindo o documento em casos de viagens de negócios ou estudos.

Lembre-se de consultar a sua agência para saber quais os documentos necessários para viajar de avião. Assim, fica muito mais simples averiguar se há, ou não, a necessidade da retirada do visto. Isso o ajudará a poupar tempo, já que há muitas questões burocráticas envolvidas nesse processo.

Outro ponto importante para saber antes de viajar é compreender a exigência de um visto de trânsito. Por meio desse documento, é possível fazer escalas ou conexões em outros países sem ser barrado. Lembre-se sempre de consultar as condições do país para onde pretende viajar.

Também é válido ressaltar que os países de destino não serão obrigados a conceder um visto. Sendo assim, a autoridade migratória estrangeira terá soberania para impedir a entrada de qualquer tipo de viajante. Ainda que o passageiro apresente todos os documentos requeridos, ele ainda pode ser barrado.

O que fazer em caso de perda ou roubo de documentos

Perdeu ou teve os seus documentos roubados? Então se lembre de adicionar as seguintes exigências na sua lista de documentos necessários para viajar de avião: tenha em mãos o Boletim de Ocorrência. Para os passageiros com mais de 18 anos de idade, é possível embarcar em um voo doméstico com esse comprovante.

É importante lembrar, também, que o B.O. precisa ter sido emitido a pelo menos 60 dias da data da viagem. Caso esteja se dirigindo para o exterior, caso a data de embarque esteja muito próxima, será possível fazer a solicitação de um passaporte emergencial.

Situações especiais de documentação

Existem algumas circunstâncias onde será necessário adicionar alguns documentos à lista. Em caso de transporte de animais, é necessário seguir todas as regras estabelecidas pela companhia aérea. Em voos domésticos, o animal precisa estar com as vacinas em dia e ter um atestado de saúde para prosseguir.

Para as mulheres grávidas, os documentos necessários para viajar de avião adicionais são o atestado médico de gestante e, também, o cartão pré-natal. Ambos precisam ser apresentados no momento do embarque. No aeroporto, a assinatura do termo de responsabilidade também precisa ser recolhida.